Por que os muçulmanos estão crescendo tão rápido? A taxa de fertilidade deles é de 3,1 filhos/mulher enquanto nós, cristãs, de 2,7. A fecundidade é um instrumento de domínio social entre os povos no mundo todo. Ter filhos é uma forma de manifestar a Glória de Deus e dominar a Criação (Gênesis 1:26-28). O interesse por filiação faz parte de quem Deus é (Pai, Filho e Espírito Santo), ela reflete a imagem de Deus em nós. Como mulheres temos essa missão em mais alta conta por Deus. Como diz o Pr. Yago Martins, “Você pode publicar livros, você pode dar palestras,  você pode ter uma conta muito bem vista no instagram, você pode ter uma carreira profissional incrível, se tudo isso é às custas da sua fecundidade você está trocando o primeiro instrumento que Deus nos deu pra dominar a sociedade e pra dominar a criação por outra qualquer”.

Queridas irmãs, a luta que travamos diariamente em não nos conformar a este mundo envolve seguir e obedecer ao que Deus manda, incluindo no nosso mandato em construir família e ter filhos. Claro que há diversos motivos para limitar ou postergar o número de filhos, mas minha oração é que Deus sonde o nosso coração e veja se há alguma vaidade pessoal ou na falta de confiança que Deus nos suprirá e, assim, nos guie pelo caminho eterno.

Com amor,

Ester.

Yago Martins é bacharel em Teologia pela Faculdade Teológica Sul-Americana (Londrina-PR), formado na primeira turma de pós-graduação em Escola Austríaca de Economia do Centro Universitário Ítalo Brasileiro (São Paulo-SP) e estudante do Sacrae Theologiae Magister (Th.M) em Teologia Sistemática do Instituto Aubrey Clark (Fortaleza-CE). Atualmente Pr. titular na Igreja Batista Maanaim em Fortaleza-CE. Casado há 5 anos com Isa Martins e Pai da pequena Catarina.