Se, hoje em dia, você perguntar a uma mulher: “Como vai você?”, há grandes chances dela te responder com um suspiro ou um gemido, seguido de palavras do tipo: “Nós temos tanta coisa acontecendo em nossa família!”, “Eu simplesmente não consigo continuar com tudo o que tenho que fazer!” ou “Estou exausta!”.

Muito frequentemente, encontro estas mulheres (e as mulheres cristãs não são exceção) que se sentem oprimidas pelas muitas coisas que elas têm que fazer e o pouco tempo que dispõem para fazê-lo. Como resultado, muitas mulheres estão vivendo aflitas, exaustas, e desanimadas.

Anos atrás, eu li que em média as mulheres possuem atualmente o equivalente a 50 funcionários em tempo integral na forma de aparelhos e equipamentos modernos, que economizam tempo. Esse número pode ou não ser preciso, mas nós certamente temos muitos confortos a nossa disposição, que eram desconhecidos pelas mulheres das gerações passadas: máquinas de lavar louça, forno microondas, máquinas de lavar, secadoras, e muito mais.

Então, por que as nossas vidas estão mais perturbadas e apressadas do que nunca? Por que estamos tão estressadas? Há provavelmente uma série de explicações. No entanto, um dos motivos é que aceitamos a mentira de que não temos tempo para fazer tudo o que devemos.

  • O exemplo dado por Jesus

O fato é que não temos nem mais nem menos tempo do que qualquer outro ser humano que já viveu. Ninguém, independentemente de sua posição ou responsabilidades, já teve mais do que 24 horas no dia, 168 horas na semana, 52 semanas no ano.

Na verdade, o próprio Senhor Jesus recebeu apenas alguns poucos anos na terra para realizar todo o plano da redenção. Pense numa longa “lista de deveres”! No entanto, no final de sua vida, Jesus foi capaz de levantar os olhos para o Pai e dizer: “Eu te glorifiquei na terra, consumando a obra que me confiaste para fazer” (João 17:4 ARA).

Eu acho isto realmente incrível. Raramente eu posso dizer, ao final do dia, que concluí a obra que me propus a fazer. Ao contrário, eu frequentemente caio na cama à noite com uma longa lista mental de tarefas inacabadas que eu esperava ter concluído naquele dia.

Como foi possível a Jesus terminar o trabalho de sua vida, especialmente em um período tão curto de tempo? Nas palavras de Jesus encontramos uma pista – uma poderosa verdade que nos liberta da escravidão da pressa e da frustração.

  • O segredo para ter tempo suficiente

Observe a obra que Jesus completou nos 33 anos em que Ele esteve aqui na terra: “Eu consumei a obra que me confiaste para fazer”. Esse é o segredo. Jesus não consumou tudo o que seus discípulos queriam que Ele realizasse. (Alguns deles estavam esperando que Ele derrubasse o governo romano!). Ele não consumou tudo o que a multidão queria que Ele realizasse. (Havia ainda pessoas doentes, e solitárias, e morrendo). Mas, Ele consumou a obra que Deus lhe confiou para fazer.

Nunca haverá, possivelmente, tempo em um dia de 24 horas, para que eu faça tudo o que está na “lista de deveres” que todo mundo tem para mim. Raramente há tempo para realizar tudo o que está na minha própria “lista de deveres”. Que alívio é perceber que eu não tenho que fazer todas aquelas coisas!

A verdade é que tudo o que tenho a fazer é a obra que Deus atribui a mim. Que liberdade me tem sido aceitar que há tempo para eu fazer tudo o que está na “lista de deveres” de Deus para o meu dia, para a minha vida!

  •  Liberdade da tirania das ocupações

A frustração é o resultado da tentativa de cumprir as responsabilidades que Deus não intentou que suportássemos. Liberdade, alegria e produtividade vêm de buscarmos definir as prioridades de Deus para cada época da nossa vida, e, depois, levantarmos para cumprir essas prioridades, no poder do Espírito Santo, compreendendo que Ele tem providenciado o tempo necessário e a capacidade para fazermos tudo o que Ele tem nos chamado para fazer.

  •  Tornando isso pessoal

Você sente que não tem tempo para fazer tudo? Busque de Deus o que Ele quer que você faça, então, priorize estas coisas e abandone o resto.

_________

O Dr. David Murray tratou do mesmo tema, gerenciamento de tarefas, no Puritan Pod a seguir. Não deixe de conferir!!
ps. Certifique-se de assistir até o final!!!!

_________

© Revive Our HeartsAdaptado de Lies Women Believe and the Truth that Sets Them Free ( Mentiras que as mulheres acreditam e a Verdade que as liberta) por Nancy Leigh DeMoss.  publicado originalmente no site “Revive Our Hearts”. Traduzido e re-publicado com permissão

* Nancy Leigh DeMoss é autora, conferencista e apresentadora do Revive Our Hearts (Avivamento para o coração), um programa de rádio diário para mulheres. Ela tem vários livros, CDS e DVDs com palestras de sua autoria, e os usa para promover avivamento pessoal e em grupo, e auxiliar mulheres a desenvolver um relacionamento mais íntimo com Deus.

* Tradução: Arielle Pedrosa

_________
*Dr. David Murray ensina Antigo Testamento a Teologia Prática no Puritan Reformed Theological Seminary em Grand Rapids, Michigan, EUA. Ele nasceu em Glasgow, Escócia. Ele foi pastor por 12 anos, primeiro em Lochcarron Free Church of Scotland e depois em Stornoway Free Church of Scotland (Continuing). Ele e sua esposa, Shona, têm quatro filhos: Allan, Angus, Joni, e Amy. Ele também bloga no Head Heart Hand.